Oficina CEER
 27-04-2011
INESC PORTO NA VANGUARDA DO TRANSPLANTE RENAL

O INESC Porto iniciou em abril o projeto KEP - New models for enhancing the kidney transplantation process. O objetivo deste projeto é investigar e desenvolver novos métodos para facilitar e melhorar decisões associadas a transplantes de rim com dadores vivos.

O KEP promove um importante projecto de gestão e planeamento na saúde pública, com o desenvolvimento de métodos de optimização avançados para a resolução do problema de emparelhamento de doentes renais com dadores vivos.

Este mecanismo de troca entre pares, agora possível em Portugal através do Programa Nacional de Doação Renal Cruzada, pode ser definido como troca de rim emparelhada (Paired Kidney Exchange, PKE): transplante entre pares dador-paciente, em que cada paciente recebe o rim do dador de outro par. Para extrair o benefício coletivo máximo para um conjunto de pares dador-paciente será necessário determinar a solução que maximiza, por exemplo, o número de transplantes possíveis, respeitando restrições de compatibilidade entre outras.

O projeto tem a duração de 36 meses e, além do INESC Porto, conta ainda com a participação do Hospital de S. João, da Universidade do Minho, da Universidade de Lisboa e da Autoridade para os Serviços de Sangue e Transplantação.

Fonte: http://noticias.up.pt