Oficina CEER
 10-10-2012
TECMINHO LANÇA PLATAFORMA PARA EMPREENDEDORAS

Projeto EVA foi implementado no âmbito do QREN e já apoiou a criação de seis empresas.

A TecMinho, interface da Universidade do Minho, acaba de lançar o portal EVA – Empreendedorismo Feminino de Valor Acrescentado, que visa partilhar experiências sobre a criação de empresas geridas por mulheres e lançar redes e parcerias para o desenvolvimento e sustentabilidade de negócios. Esta nova plataforma foi lançada no âmbito do projeto do mesmo nome, que já deu origem à formação de seis empresas pensadas e construídas por empreendedoras. O site é www.tecminho.uminho.pt/eva.

O lançamento do portal corresponde à fase final do projeto EVA: “Este último passo consiste em criar uma rede interempresarial para facilitar a troca e disponibilização de informação entre as empresas, nomeadamente sobre oportunidades de formação, de intervenção em novos mercados, de financiamento da atividade e possibilidade de negócios conjuntos entre os elementos da rede”, explica Paulo Silva, da TecMinho. O site contém informação sobre as seis empresas criadas e constitui-se como um elemento importante de potenciação de sinergias, inclusive com outras empreendedoras com maior afirmação no mercado. A longo prazo, pretende-se que o portal funcione como um ecossistema de empreendedorismo feminino, potenciador do desenvolvimento de conhecimento associado à criação e gestão de empresas por mulheres.

Prémio de 5 mil euros para o arranque de empresas.

O projeto EVA, implementado no âmbito do Programa Operacional Potencial Humano do QREN, teve como objetivo estimular as mulheres para a criação de empresas, potenciando o empreendedorismo inovador e qualificado para o desenvolvimento da economia regional. “Esta iniciativa vem responder à fraca percentagem de mulheres nas iniciativas de criação de empresas, sobretudo naquelas baseadas em conhecimento intensivo e tecnologia”, sublinha o coordenador. “Espera-se a abertura de candidaturas a financiamento para a implementação de uma nova edição”, acrescenta.

A formação disponibilizada incluiu três vertentes que ajudaram na criação de negócios sustentados em competências e apoiados em orientações de consultores especializados. A componente de formação, constituída por 184 horas, permitiu a um grupo de 15 mulheres adquirir e desenvolver competências em áreas como a gestão (elaboração dos planos de negócio, formalização de empresas, finanças empresariais, entre outras), as tecnologias de informação e comunicação, o relacionamento interpessoal e a igualdade de género. Seguiu-se um módulo dedicado ao apoio e criação de empresas, onde foram atribuídos prémios de 5 mil euros para o lançamento das empresas Alnutri – Nutrimos a Vida, Braga Pop Hostel, Carla Luz Design, Gaveta de Encantos – Consultoria e Organização de Eventos, Metro Cúbico Digital e Sound Tailors. As participantes beneficiaram, ainda, de apoio consultivo em diferentes áreas, de acordo com as suas necessidades, para um arranque eficaz do negócio.

O site que acaba de ser lançado alia-se ao quatro ferramentas de comunicação: facebook (www.facebook.com/evaempreender), Youtube (www.youtube.com/evaempreende), Twitter (twitter.com/evaempreende) e blogue “Negócios de Saias” (www.negociosdesaias.blogspot.pt).

Segue em anexo uma imagem do portal EVA.

Contactos:
Paulo Silva (TecMinho) – 253510590;
psilva@tecminho.uminho.pt