Oficina CEER
 16-11-2012
LITERATURA E MEIO AMBIENTE EM DEBATE NA UTAD

O grupo de docentes da área científica da Literatura do Departamento de Letras Artes e Comunicação da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) convidou o Prof. Doutor Viriato Soromenho-Marques para falar a toda a Academia e comunidade em geral de Literatura e Meio Ambiente. A Conferência terá lugar no dia 19 de Novembro, às 14.30h, no Auditório da Biblioteca Central.

Viriato Soromenho-Marques é Professor Catedrático de Filosofia na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Tem vindo a desenvolver, desde 1978, uma intensa atividade no movimento associativo ligado à defesa do ambiente: de 1992 a 1995 foi presidente da QUERCUS- Associação Nacional de Conservação da Natureza. Colabora, ou colaborou, assiduamente em diversos órgãos da comunicação social escrita e audiovisual, nomeadamente o JL, a RTP-2, a Rádio Renascença, e as secções portuguesa e brasileira da BBC. Fundou a Revista eletrónica O Sentido da Terra (endereço: http://www.terravista.pt/Nazare/1794/Revista-Index.html). É membro do Conselho Científico de várias revistas, entre as quais, da edição portuguesa da Revista National Geographic e ainda da Comissão Científica da coleção filosófica Europea Memoria, editada pela casa editora Georg Olms (Hildesheim-Zürich-New York). Foi eleito Vice-Presidente da rede europeia de conselhos de ambiente (EEAC- European Environmental Advisory Councils) para o biénio 2001-2002, sendo, posteriormente, reeleito para os biénios seguintes (2003-2004 e 2005-2006). Em Fevereiro de 2007, assumiu a coordenação científica do Programa Gulbenkian Ambiente. Em Março de 2007, aceitou o convite do Presidente da Comissão Europeia para integrar o High Level Group on Energy and Climate Change, composto por 12 personalidades, encarregues de aconselhar a Comissão na viragem estratégica em matéria de energia sustentável firmada no Conselho Europeu de 8 e 9 de Março 2007. Publicou cerca de três centenas de estudos, abordando temas filosóficos, político-estratégicos, e ambientais. Fonte: utad.pt