Oficina CEER
 27-04-2016
FILÓSOFOS E ARTISTAS FALAM SOBRE ARTES NA UMINHO

VII Jornadas de Filosofia reúnem 28 oradores de renome, desde Fernando Ribeiro (Moonspell) a D. Jorge Ortiga.

O Núcleo de Estudantes de Filosofia da Universidade do Minho (NEFILUM) organiza de quarta a sexta-feira, dias 27 a 29, as VII Jornadas de Filosofia, subordinadas ao tema “A filosofia e as Artes”. Esta iniciativa coloca frente a frente filósofos e artistas para discutir as diversas formas artísticas. Entre os convidados estão Fernando Ribeiro (vocalista dos Moonspell), Elsa Barreto (estilista), António-Pedro Vasconcelos (cineasta), D. Jorge Ortiga (arcebispo), entre outros.

A sessão de abertura é esta quarta-feira, às 14h00, no auditório do Instituto de Letras e Ciências Humanas (ILCH) do campus de Gualtar, em Braga, com Cristina Álvares, vice-presidente do ILCH, Manuel Gama, diretor do Departamento de Filosofia, Miguel Bandeira, vereador do município bracarense, e Raquel Pereira, representante de comissão organizadora do evento.

O programa inclui palestras e painéis sobre cinema, literatura, poesia, música, pintura, teatro, dança, artes plásticas, fotografia, arquitetura, moda, banda desenhada, tatuagem e política, que contam com a visão de 28 filósofos e artistas de cada área. Em destaque estão o escritor João Pedro Mésseder (dia 27, às 17h30), a estilista Elsa Barreto (dia 27, às 18h15), o arcebispo D. Jorge Ortiga (dia, 28, às 18h15), o fotógrafo Daniel Camacho (dia 29, às 14h00), o realizador António-Pedro Vasconcelos (dia 29, às 15h10), o músico Fernando Ribeiro, dos Moonspell (dia 29, às 16h40), entre outros.

Prevê-se ainda a presença de Ricardo Rio, autarca da Câmara Municipal de Braga, José Manuel Mendes, presidente da Associação Portuguesa de Escritores, Paulo Brandão, diretor artístico do Theatro Circo, além de investigadores das universidades do Minho, Porto, Aveiro, Coimbra, Lisboa e Nova de Lisboa. O evento encerra na sexta-feira com a conferência “O grande artista do futuro não será humano”, proferida das 19h00 às 20h00 por Leonel Moura, ligado à arte robótica e à criatividade artificial.

Três dias de teatro, pintura, música e literatura

O evento inclui ainda concursos de ensaio, fotografia e poesia, bem como uma performance dos alunos de Teatro da UMinho, uma atuação do quarteto de cordas da Escola Calouste Gulbenkian de Braga, uma exposição de pintura patente no hall do ILCH e uma feira do livro com largas dezenas de obras, incluindo trabalhos dos 28 oradores.

“Estas Jornadas têm como objetivo renovar o diálogo existente entre a Filosofia e as Artes, reunindo personalidades de relevo nacional e internacional ligadas a diversas áreas. Pretende-se também dar mais voz aos artistas que têm vindo a ser secundarizados nesta área”, afirma Steven Gouveia, presidente do NEFILUM. Esta iniciativa realiza-se no âmbito do 40º aniversário do ILCH e dos 10 anos da licenciatura em Filosofia da UMinho. Tem o apoio da direção do curso e do Departamento de Filosofia da UMinho.

Fonte: www.uminho.pt