Oficina CEER
 13-12-2016
UMINHO ACOLHE DEBATE “RÚSSIA E O OCIDENTE: O EMERGIR DA II GUERRA FRIA”

Iniciativa é esta quarta-feira, em Gualtar, no âmbito dos 33 anos do Centro de Estudos do Curso de Relações Internacionais.

O Centro de Estudos do Curso de Relações Internacionais (CECRI) da Universidade do Minho celebra esta quarta-feira, dia 14, o seu 33.º aniversário, com um debate subordinado ao tema “Rússia e o Ocidente: o Emergir da II Guerra Fria?”. A iniciativa tem lugar no auditório 1.01 da Escola de Economia e Gestão, no campus de Gualtar, em Braga.

A sessão de abertura é às 14h30 com as intervenções de Alena Vieira, diretora da licenciatura e do mestrado em Relações Internacionais, e Beatriz Silva, presidente do CECRI. Segue-se um debate que pretende discutir a relação entre a Rússia e o Ocidente, mais concretamente a NATO - Organização do Tratado Atlântico Norte e os EUA. Este momento conta com as perspetivas do major Dias da Costa (Instituto Universitário Militar), Maria Raquel Freire (Universidade de Coimbra), e José Palmeira (UMinho), sob moderação do estudante Samir Costa Zidane.

“Um dos objetivos desta reflexão é tentar perceber se estamos perante um possível cold conflict, semelhante àquele vivido no pós-Segunda Guerra Mundial até ao início da década de 1990”, afirma a organização. O programa de comemorações integra ainda durante a parte da manhã a exibição do filme “Bridge of Spies” (2015), do realizador Steven Spielberg.

O CECRI é o núcleo de estudantes mais antigo da UMinho. Tem como principal finalidade proporcionar à comunidade académica e ao público em geral atividades no âmbito das Relações Internacionais, no sentido de estimular o interesse pela área, incentivar o debate científico e impulsionar a dinamização do curso. Dos vários projetos levados a cabo pelo CECRI, destacam-se os Colóquios de Relações Internacionais, a simulação da Organização das Nações Unidas e revista anual “ZOOM”.

Fonte: www.uminho.pt