Oficina CEER
 24-07-2009
Investigação espanhola abre-se à comunidade científica da U.Porto
Beneficiando da participação da Universidade do Porto na AULA - Associação de Universidades Latino-Americanas -, todos os professores e investigadores da universidade têm a partir de agora acesso livre às bases de dados documentais de toda a rede de Universidades Espanholas, bem como do Consejo Superior de Investigaciones Científicas (CSIC).

Aceder à produção científica desenvolvida no país vizinho torna-se assim mais fácil através de uma plataforma que reúne milhares de publicações (livros, teses, artigos, revistas, etc.) e quem futuramente, ficará alojada no CAVILA - Campus Virtual Lationamericano da AULA. Por enquanto, todos os recursos podem ser acedidos através do site da Biblioteca da Universidade de Extremadura.

Uma vez dentro do site, os interessados poderão então recorrer- a partir da área "COLECCIONES Y RECURSOS INFORMATIVOS" - a um acervo distribuído por diferentes catálogos, dos quais se destacam o REBIUN (disponibiza publicações de todas as Universidades Espanholas), o Catálogo do CSIC (o mais importante organismo público de Investigação de Espanha) e o Dialnet (portal que reúne e disponibiliza um importante da produção científica desenvolvida em Espanha, acessível mediante registo gratuito), entre outros.

Para além do acesso livre a versões parciais e integrais (com algumas excepções) das publicações, os interessados podem ainda, nalguns casos, solicitar fotocópias de artigos e capítulos de livros. Prevista está ainda a possibilidade de empréstimo de obras às universidades parceiras da AULA.

Recorde-se que a U.Porto é a única universidade portuguesa a integrar a AULA, um organismo formado em 2007 e que inclui a participação de outras sete instituições de ensino superior de Argentina, Brasil, Chile, Espanha e México. Entre os objectivos do organismo destacam-se a cooperação em projectos de investigação e formação comuns, bem como a criação de um "campus virtual" que facilite o acesso ao conhecimento gerado em cada um dos pontos da rede, através da aposta nas novas tecnologias.