Oficina CEER
 04-11-2009
Aluna da UMinho ganha 1º prémio no concurso empreendedorismo no evento Meet MIT

No passado dia 21 de Outubro decorreu na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa o evento ?Meet MIT: A Student to Student Workshop on Entrepreneurship?, que juntou estudantes de várias universidades e áreas científicas (ciências e engenharia, biotecnologia, medicina, economia e gestão, direito e ciências sociais) portuguesas e do MIT para partilharam experiências de empreendedorismo. A licenciatura em Economia da Universidade do Minho esteve representada por sete alunos dos 2º e 3º anos.

No evento Meet MIT teve ainda lugar um concurso que tinha como objectivo definir uma estratégia de promoção de uma nova tecnologia do MIT. Participaram no concurso sete equipas constituídas por seis elementos: quatro estudantes de universidades portuguesas, um estudante de doutoramento do programa MIT e um investigador do MIT. O primeiro prémio foi ganho pela equipa em que estava integrada a aluna Goreti Faria da Costa e Silva da licenciatura em Economia da Universidade do Minho.

"O desafio tinha sido lançado: escolher uma aplicação para uma tecnologia capaz de gravar imagens reais a três dimensões, preparar uma estratégia de entrada no mercado e fazer uma apresentação de sete minutos que convencesse potenciais investidores a financiarem a nossa ideia. Eu e os outros quatro estudantes que integravam a minha equipa, acompanhados por Richard Myrick, Senior Advisor and Research Fellow no AgeLab do MIT, apressámo-nos para uma sala da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa e, durante uma hora, sugestões, críticas, conselhos e afins foram continuamente lançados e ouvidos. Apesar dos ponteiros do relógio terem sido demasiado rápidos a darem uma volta completa, era necessário regressarmos ao auditório de modo a que se iniciassem as apresentações das diferentes equipas. Entre aplicações para facilitar compras de roupa online e headphones especialmente construídos para não insistirem em cair dos nossos ouvidos, o júri optou pelo Robot de Salvamento apresentado pela nossa equipa, que, através da tecnologia anteriormente referida, seria capaz de melhorar a situação que actualmente se verifica aquando de um desabamento de um prédio, de um incêndio, de um terramoto e de outras situações em que um bom conhecimento da extensão dos danos é imperativo." Goreti Faria