Oficina CEER
 11-11-2009
Jacques Rogge, presidente do Comité Olímpico Internacional (COI), vai ser o próximo Doutor Honoris Causa da U.Porto.

EO presidente do Comité Olímpico Internacional (COI), o belga Jacques Rogge, vai ser distinguido no próximo dia 26 de Novembro, com a atribuição do grau de Doutor Honoris Causa pela Universidade do Porto.

Proposta pela Faculdade de Desporto (FADEUP), esta distinção tem por base o trabalho realizado pelo líder do movimento olímpico em prol do desporto mundial, nomeadamente no que toca ao alargamento da organização dos Jogos Olímpicos a países em desenvolvimento e da abertura do evento a novas modalidades desportivas.

Jacques Rogge nasceu em 2 de Maio de 1942, em Gent (Bélgica), e foi nesta cidade que obteve a sua formação académica. Em 1967 licenciou-se em Medicina, Cirurgia e Obstetrícia e mais tarde, em 1972, concluiu o mestrado em Medicina Desportiva. Paralelamente à actividade profissional como cirurgião ortopédico, foi docente de Medicina Desportiva, publicou vários artigos científicos, integrou diferentes organizações científicas e recebeu, por mais de dez vezes, o título de Doutor Honoris Causa por instituições académicas de todo o mundo.

Jacques Rogge distinguiu-se também como desportista. Foi por 16 vezes campeão belga de vela, tendo representado o seu país em três Jogos Olímpicos. Terminada a carreira de atleta, assumiu as presidências do Comité Olímpico Europeu (1989-2001) e do Comité Olímpico Belga (1989-1992). Foi eleito membro do Conselho Executivo do Comité Olímpico Internacional em 1998, altura em que ajudou a fundar a Agência Mundial Antidopagem, da qual foi membro executivo e um dos principais dinamizadores. Em 16 de Julho de 2001, Jacques Rogge seria eleito como o oitavo presidente do Comité Olímpico Internacional, sucedendo ao espanhol Juan Antonio Samaranch.

A cerimónia de atribuição do doutoramento Honoris Causa a Jacques Rogge terá lugar no Salão Nobre da Reitoria (Praça Gomes Teixeira, aos Clérigos), às 11 horas do dia 26 de Novembro. O padrinho de doutoramento será o presidente do Comité Olímpico Português (COP), Vicente Moura, estando prevista a presença de vários responsáveis de organismos desportivos nacionais e internacionais.