Oficina CEER
 10-12-2013
TÉCNICAS INOVADORAS MAIS AMIGAS DO AMBIENTE

A Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), através da Escola de Ciências e Tecnologia, está a desenvolver estudos inovadores com vista à produção de blocos de betão leve à base de granulado de caroço da espiga de milho.

Estes trabalhos, orientados pelos docentes e investigadores Jorge Tiago Pinto e Jorge Faustino, do Departamento de Engenharias da UTAD, têm vindo a ser realizados no âmbito do Curso de Mestrado em Engenharia Civil, onde, para além dos blocos de betão, já se desenvolve material de isolamento térmico e acústico à base de caroços da espiga de milho, bem como se aplica granulado e fatiado do mesmo caroço na regularização de pavimentos.

As vantagens destas técnicas inovadoras, assentes na aplicação de materiais orgânicos e naturais, encontram-se fundamentalmente na componente ecológica. Este material de construção é mais amigo do ambiente do que um bloco de betão tradicional e porque o agregado leve utilizado no fabrico (o caroço da espiga de milho) é um resíduo agrícola. Tal resíduo passa a ser um substituo da argila expandida que é um produto industrial.

Este estudo tem sido privilegiado pelas parcerias estabelecidas com empresas locais, o que permitiu que os blocos já possam ser fabricados em contexto industrial. Um trabalho experimental exaustivo possibilitou estudar as propriedades materiais caracterizadores deste produto das quais se destacam o peso específico, a durabilidade, a estabilidade dimensional, a capacidade resistente à compressão e o comportamento ao nível do isolamento acústico a sons aéreos. Para além das propriedades aferidas serem as adequadas para este tipo de material de construção, um estudo de viabilidade económica também mostrou que esta solução alternativa pode ser competitiva.

Fonte: utad.pt